quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Palestra discute a ética na pesquisa em Ciências Humanas e Sociais

Na manhã desta quarta-feira, 14, a programação do III Simepe trouxe uma discussão sobre as questões éticas no âmbito das ciências humanas e sociais. O professor George Pimentel Fernandes, da Universidade Regional do Cariri (URCA), falou sobre a Resolução 510/2016, que visa proteger as pessoas pesquisadas definindo uma gradação de riscos baseada na análise dos procedimentos metodológicos da pesquisa e em seu potencial de causar danos maiores que os da vida cotidiana ao participante.
O palestrante destacou a importância de submeter ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) os projetos que envolvam seres humanos, para garantir o respeito pela dignidade humana e a proteção devida aos participantes das pesquisas. ”A Resolução tem um leque de atuação muito amplo, daí a atuação do CEP. Pressupor que os participantes das pesquisas empíricas são vulneráveis nem sempre implica numa visão ética adequada. Ética é uma construção humana, não é simples, é preciso pensar e repensar”, comenta.

Para o professor, a ética está relacionada com a convivência e com a tolerância. “Imbuir-se de um pensamento ético é tentar eliminar certas compreensões que a gente tem, abrir mão dos ‘pré-conceitos’”, afirma. “Em nossa pesquisa, precisamos ouvir o outro sobre o que estamos fazendo, estabelecer um diálogo. Neste contexto, muitas vezes a questão ética vai de encontro à própria formação da pessoa, no sentido político ou religioso, por exemplo”, conclui.

Texto e imagem: Paula Faria
14-09-2016