sexta-feira, 7 de junho de 2019

Oficinas abrangem assuntos como tecnologia e meio ambiente no terceiro dia do Simepe

Entre as oficinas oferecidas, projeto que estuda triângulos esféricos se destaca pela participação de estudantes bolsistas ministrando a aula


O Simepe é um evento voltado para o desenvolvimento científico e como a ciência se faz através da colaboração de muitas cabeças, nada mais propício do que a realização de oficinas e minicursos. Oportunidade de mostrar o trabalho realizado e de aprender com críticas e sugestões, as oficinas oferecidas neste dia 06/06, terceiro dia de evento, trataram de temas diversos como tecnologia aplicada ao trabalho, preservação do meio ambiente e jogos.

Uma dessas atividades teve como expositores dois alunos participantes do projeto que deu origem à oficina, o João Gabriel Lúcio Conceição e a Gabriela de Freitas Lima. Ambos estudam em Juiz de Fora e, sob a supervisão do professor orientador, Ângelo Pereira do Carmo (também do Campus Juiz de Fora), conduziram o tema “Triângulos esféricos e aplicações” durante uma hora e meia do evento.

O projeto, que inclui também o professor Artur Afonso Guedes Rossini, foi concebido inicialmente para ofertar uma geometria que não faz parte do currículo do ensino médio. De acordo com o professor Ângelo do Carmo a ideia era ampliar a visão dos discentes, apresentando esse campo da matemática muito aplicado no nosso dia a dia. “Temos na geometria esférica a base da navegação de aeronaves e navios. No nosso projeto, inclusive, fizemos experiências práticas que utilizam esse conhecimento”, conta.

O grupo está agora criando um aplicativo com esse tema, além das aulas regulares que os discentes frequentam. Gabriela é aluna do curso técnico de Edificações e João Gabriel é aluno do curso técnico de Metalurgia; a curiosidade deles a respeito da geometria esférica ajudou a abrir a mente. “Na metalurgia temos cálculos de materiais que envolvem essa geometria. Em mim, o projeto despertou a vontade de cursar matemática como ensino superior” afirma João. Já Gabriela relata como foi a experiência de dividir seu conhecimento com os participantes da oficina: “começamos um pouco nervosos, era nossa segunda palestra, mas depois tudo correu bem, foram muito receptivos”, conta sorrindo.


Também foram oferecidas no dia 06/06:

“Sala de aula InovAtiva” - Emerson de Oliveira Muniz
“Introdução à propriedade Intelectual: marcas, patentes e outros” - Simone Guedes Donnelly
“Triângulos esféricos e aplicações” - Ângelo Pereira do Carmo
“Gestão de serviços de TI com ITIL” - Teresinha Moreira de Magalhães
“Oficina de jogos de raciocínio” - João Paulo Lima de Miranda
“O quanto nossas pesquisas realmente conservam?” - Kelly Antunes e José Hugo Campos Ribeiro

João Vallo
06/06/2019