quarta-feira, 5 de junho de 2019

Seminário de Internacionalização destaca parcerias e experiências no exterior

O segundo dia do Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão no Campus Santos Dumont começou com a programação do Seminário de Internacionalização do IF Sudeste MG. Hoje, o evento, realizado paralelamente ao Simepe, destacou parcerias da instituição com universidades e programas do exterior  e, ainda, as experiências que estudantes do Instituto Federal tiveram neste ano em Portugal, Rússia, Argentina e Bélgica.
A primeira fase da ação teve uma fala do professor Carlos Ramos, do Instituto Politécnico do Porto (Portugal). Via webconferência, o docente falou sobre a parceria que já levou 31 estudantes do IF Sudeste MG ao IPP. Em Portugal, eles já participaram de projetos em Engenharia, Administração, Música, Hospitalidade, Sistemas de Informação e Computação. Estas atividades, lembrou o professor, são adaptadas às condições dos estudantes, e os próprios alunos passam a ser promotores da cultura de internacionalização quando retornam a seus campi.
Em seguida, a conselheira do escritório Education USA recém-inaugurado pelo IF Sudeste MG, a professora Patrícia Botelho, do Campus Juiz de Fora, apresentou a iniciativa. Ela detalhou o funcionamento do sistema educacional dos Estados Unidos e peculiaridades como o fato de as universidades públicas cobrarem mensalidade. No entanto, conforme lembrou Patrícia, o Education  USA trabalha justamente para viabilizar o acesso dos interessados ao ensino superior nos Estados Unidos, inclusive indicando possibilidades de bolsas de estudo.
"Não é tão complicado assim (aproveitar a oportunidade de estudar no exterior)", comentou Patrícia, "desde que o estudante tenha mérito acadêmico, participe de projetos. Mesmo se houver dificuldades financeiras, é importante lembrar que existem bolsas para este fim", afirmou Patrícia.
IF Sudeste MG Internacional
Por falar em oportunidades no exterior, 12 estudantes do IF Sudeste MG compartilharam logo em seguida as valiosas experiências que tiveram no primeiro semestre deste ano. Eles fazem parte do grupo de alunos que participaram do programa IF Sudeste MG Internacional e foram a Argentina, Bélgica, Portugal e Rússia. O grupo relatou os projetos desenvolvidos nas universidades estrangeiras, os desafios e os aprendizados das cinco semanas em que permaneceram em outros países. O diretor de Relações Internacionais e Interinstitucionais, professor Daniel Augusto de Oliveira, conduziu a conversa com os alunos.
Só à Rússia, viajaram nove alunos do IF Sudeste MG. Dois deles foram Luiza Rosa e Lucas Medeiros, do sétimo período de Ciência da Computação do Campus Rio Pomba. O projeto deles, na Universidade Estadual de Tomsk, foi o desenvolvimento do site http://brazil.tom.ru, que oferece informações fundamentais para quem se prepara para ir à cidade russa. São detalhes sobre clima, hotéis, aeroporto, restaurantes e pontos turísticos, por exemplo. A página tem versões em português, inglês (desenvolvidas pelos estudantes) e russo (editada pelo orientador Valeriy Goryunov).
Se eles próprios tivessem acessado o site - que obviamente ainda não existia - antes da viagem, a experiência teria sido mais simples. "Nós não teríamos levado tantas roupas, por exemplo", comentou Luiza, "porque a roupa na Rússia é barata, é possível comprar".
"Cada aluno contava com um guia russo, que falava inglês. Mas e se a gente não tivesse? Então, pensamos em fazer um site para ajudar pessoas que decidissem ir para lá", concluiu Lucas.
Daniel Leite
05-06-2019